A tecnologia move o mundo

“É um caminho sem volta. Temos que usá-la a nosso favor”.  Quem, em algum momento, nunca ouviu essas frases? Aliás, esses ditados são de milhares de profissionais que, no dia a dia, usam a tecnologia para realizar várias atividades. Ela veio para ficar, ditou moda, comportamento, a forma de se comunicar e de conhecer o […]

29 de outubro de 2021 09:32
por:

O atual presidente SOFTEX Nacional possui mestrado em marketing pela Universidade Internacional de Lisboa, MBA pela Fundação Getúlio Vargas (F...

“É um caminho sem volta. Temos que usá-la a nosso favor”.  Quem, em algum momento, nunca ouviu essas frases? Aliás, esses ditados são de milhares de profissionais que, no dia a dia, usam a tecnologia para realizar várias atividades. Ela veio para ficar, ditou moda, comportamento, a forma de se comunicar e de conhecer o mundo. A tecnologia criou raízes e ainda vai mudar – e muito – o caminho da humanidade.

Na rota de todo imenso aparato tecnológico que está ao nosso dispor, o Brasil tem um grande potencial para se desenvolver e prosperar neste setor. E  há 30 anos o país tem demonstrado interesse e capacidade para a fomentar a  transformação digital. Aliás, essas três décadas, completadas em outubro deste ano, reforçam a importância e a dimensão que a Lei de Informática (Lei n° 8.248), publicada em 1991, representa para o Brasil: temos combustível suficiente para criar modelos de negócios com foco em tecnologia da informação. E isto é só o começo.

Nessa perspectiva, a velocidade tecnológica muda o direcionamento do setor que, muitas vezes, precisa se readaptar aos novos produtos, serviços e modelos de gestão. Outro ponto de destaque é que a Lei concedeu incentivos fiscais às empresas, possibilitando grandes investimentos e permitindo a entrada dos setores industriais brasileiros no concorrido mercado internacional. Esses incentivos– originário da redução da alíquota do IPI no faturamento dos produtos – permitiram a redução dos preços dos equipamentos produzidos em território nacional.

Por outro lado, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) ao atualizar a Lei por meio do Decreto nº  10.602,  permite que as empresas de TICS se beneficiem da legislação com mais segurança tributária e jurídica.

Cabe ressaltar que a batizada de a Nova Lei de Informática é a principal política de incentivo para o setor eletroeletrônico do Brasil, colaborando para a construção de um ambiente de mais competitividade focado em pesquisa, desenvolvimento e inovação.

A tecnologia é um dos fatores que definem o nível de competitividade das empresas no mercado e, especificamente, as empresas de TCIs congregam um número significativo de postos de trabalho que, por consequência, geram imensos benefícios para a economia como um todo.

Nesse sentido, a Softex, entidade que promove e contribui para a Transformação digital e que completará 25 anos de existência em 2021, acredita que a Lei de TICs trouxe grandes benefícios para impulsionar ainda mais a inovação e tecnologia no Brasil.

Não há dúvidas, portanto, que ao longo desses 30 anos a tecnologia exerce forte impacto na humanidade. A cada momento, novos conceitos e tendências surpreendem pela velocidade que se apresentam e ditam regras. O futuro é o nosso presente e ainda temos muito que aprender, mas de uma coisa temos certeza: Steve Jobs não estava errado. A tecnologia move o mundo.

Publicidade

Desenvolvido por: Leonardo Nascimento & Giuliano Saito