3 ferramentas para facilitar o trabalho híbrido

Telefonia em nuvem, plataformas de colaboração e sistemas de compartilhamento são as alternativas para adaptar-se à nova realidade corporativa com atuações cada vez mais descentralizadas.

21 de junho de 2022 14:45

O especialista em tecnologias para comunicação, Rodrigo Santos, também atual Vice-Presidente de Inovação da companhia de TI, WebSIA, compartilha três ferramentas essenciais para as empresas usarem com efetividade no mundo híbrido. As indicações, de acordo com executivo, foram escolhidas levando em consideração aspectos como interface amigável, integração com outras soluções e apoio à carga de trabalho das equipes.

 

Dois anos após o distanciamento social, o modelo de trabalho híbrido continua em alta entre os brasileiros. De acordo com a 18ª edição do Índice de Confiança Robert Half® (ICRH), 48% de 387 empresas atuantes no cenário nacional adotaram esse novo sistema em suas atividades. Já uma pesquisa da KPMG aponta que 85% das companhias brasileiras pretendem incentivar este formato aos seus funcionários. Frente a esta realidade, cabem às organizações o desafio de trazer para o dia a dia tecnologias cada vez mais fluídas, capazes de suportar as atividades do colaborador com menos conflito e mais produtividade tanto no home office quanto no escritório.

 

“Outro fator importante é a experiência do usuário. Seja para gerenciar tarefas, realizar reuniões ou para trocar dúvidas corriqueiras a tecnologia tem que quebrar as barreiras entre físico e online ao propiciar camadas de comunicação ágil e transparência nos processos organizacionais a todos os níveis hierárquicos. É olhar e saber tudo o que acontece na empresa independente do lugar”, completa Santos, atuante há 20 anos no segmento tecnológico e envolvido em mais de 1.715 projetos voltados a levar novas experiências de interação às companhias.

 

Veja abaixo as dicas do especialista:

Telefonia em nuvem
A contratação de uma telefonia conectada à nuvem não é novidade, mas com o isolamento social da pandemia este recurso ganhou protagonismo ao facilitar a comunicação para muitas empresas. Em escritórios remodelados para atender o ambiente híbrido é impensável dispender gastos com uma estrutura limitada de telefonia convencional, com inúmeros cabos e valores gerados a cada ligação de longa distância. Um sistema de telefonia por internet é adaptável em qualquer estação de trabalho, é flexível com o crescimento do negócio, podendo ser integrado aos sistemas já utilizados, o que permite armazenar dados das ligações efetuadas e discagem rápida com apenas um clique, como também o monitoramento em tempo real da qualidade das ligações, itens que na telefonia presencial não são possíveis. Recursos necessários neste novo normal.

Plataformas de colaboração
No caso do modelo de solução de colaboração, os benefícios de utilização são inúmeros. Se torna possível uma integração entre funcionário, colaborador e empresa em apenas um clique. Essas ferramentas mudaram a forma como o mercado contrata pessoas. Agora não existem mais barreiras geográficas, basta ter um dispositivo e conexão com a internet para realizar uma videoconferência de qualidade. Com isso, daqui para frente, as reuniões presenciais necessitarão cada vez mais de diferenciais que complementem a experiência produtiva trazidas por essas soluções. Neste quesito, cursos de educação corporativa também surgem com um bônus para ajudar a dar um up na carreira do colaborador dos novos tempos. Como também não podemos deixar as salas de reuniões agora precisam ser colaborativas e híbridas, ou seja, preparadas para reuniões presenciais, híbridas com clientes e equipe que podem estar home office seja na mesma, cidade, ou qualquer lugar do Brasil e do mundo.

Soluções cibernéticas
No modelo híbrido é maior a possibilidade do funcionário expor a organização (mesmo que não seja de maneira proposital) a riscos ao navegar em sites perigosos, baixar arquivos maliciosos ou acessar dados confidenciais por meio de redes Wi-Fi desprotegidas. Grande parte das organizações possui firewalls, dispositivos de segurança de rede e soluções antivírus, mas é preciso aumentar esta camada de proteção com ferramentas que gerenciem os vulnerabilidades virtuais. Ao proteger o legado em qualquer estação de trabalho, você evita a perda de dado em qualquer ambiente. Seja no escritório ou no home-office!
Rodrigo Santos complementa ao falar que com a chegada de ambientes descentralizados as empresas devem ficar atentas que a tecnologia está no tripé de agente transformadores pós pandemia. “A partir de agora, três ações serão necessárias no universo corporativo: implementar locais acolhedores, cultuar programas de bem-estar e fomentar o uso de ferramentas dedicadas para promover interações significativas e dinâmicas processuais mais produtivas. Tudo tem um propósito!”, finaliza o especialista.

*WebSIA

Publicidade

Desenvolvido por: Leonardo Nascimento & Giuliano Saito